Dicas para emagrecer com facilidade

PUBLIEDITORIAL

Emagreça facilmente sem sofrimento!

Toda mulher está sempre querendo perder uns quilos, não é mesmo?

Sempre temos uma gordurinha que, se pudéssemos, exterminaríamos só com o olhar… toda vez que nos olhamos no espelho, ali está a intrometida!

E, com a chegada dos filhos, o passar dos anos… todas nós, até mesmo as mais sortudas, que nunca se preocuparam com esse assunto, precisam enfrentar esse desafio de voltar à boa forma.

A nossa rotina é uma loucura! Não dormimos direito, não podemos nos ausentar de casa por muito tempo para frequentar academias, não conseguimos ter uma alimentação saudável… e o tempo vai passando e aqueles quilinhos da gravidez e da vida sedentária vão ficando.

Dicas para perder peso

Quando nos damos conta, abandonamos de vez nosso antigo guarda roupa e ficamos com as roupas da gravidez… Mas toda vez que olhamos para o espelho… Não nos reconhecemos ali! Não gostamos do que vemos… E a nossa autoestima, pouco a pouco, vai embora!

E no meio de tantas atividades, ficamos atoladas num monte de tarefas e afazeres com filhos, casa, trabalho… Sem saber o que fazer. E acabamos tentando dietas malucas, dietas da moda, por nossa conta mesmo… E o resultado? Mais frustração.

Ou então decidimos fugir de tudo e de todos, tiramos férias longas, fazemos uma viagem. Mas aquela gordurinha dos quilos a mais que ganhamos nas férias, que antes sumia após três dias sem jantar, acaba se incorporando à silhueta. Quando nos damos conta, já aumentamos um manequim de roupa, já incorporamos 3- 5- 8-10 kg!!!

Você se reconhece nessas histórias, minha amiga? Pois saiba que você não está sozinha!

Muitas e muitas de mulheres lutam contra os quilos a mais!

E, de tanto receber pedidos de amigas, de mulheres nessa situação, resolvi pesquisar o que tinha de bacana e confiável no mercado. Foi aí que conheci um programa de emagrecimento digital, chamado “Emagreça com o DR. Rocha”.

Descobri que o Dr. Rocha é um médico, expert em emagrecimento, diretor do Instituto Nacional de Estudos da Obesidade e Metabolismo (INEODOC), possui mais de 10 anos de experiência clínica e já ajudou centenas de mulheres pelo Brasil a alcançarem seu corpo desejado!

Esse programa de emagrecimento é vendido no formato de um ebook (livro digital), onde o DR. Rocha nos ensina, passo a passo, como emagrecer de forma rápida, efetiva e segura, sem dietas mirabolantes. O legal é que você pode ler o ebook onde quiser, sem precisar sair casa para colocar em prática o que o programa ensina!

Sua metodologia é 100% baseada em ciência e estudos. Ele mostra muitas ciladas e mentiras que a indústria do emagrecimento nos empurra goela abaixo!

Dicas para perder gorduras

O ebook nos ensina de forma simples e objetiva, o que se deve fazer e o que não se deve fazer nesse processo do emagrecimento! Ele fornece receitas de comidas saudáveis, nos ensina como fazer as compras da semana e como nos alimentarmos melhor para emagrecermos de vez!

A metodologia do “Emagreça com o Dr. Rocha” NÃO É focada em horas e horas de exercícios cansativos e maçantes!

O foco é uma alimentação saudável com um mínimo de exercícios eficientes, que podem ser praticados em casa mesmo, se preferir.

Se quiser saber mais sobre esse programa do Ebook “Emagreça com o Dr. Rocha”, clique aqui e você vai receber gratuitamente 1 + 3 emails, onde conhecerá melhor o DR. Rocha, seu método e ainda 3 dicas certeiras para começar a emagrecer hoje mesmo!

Receita de pizza com massa integral

Receita de Massa de pizza integral

Pizza saudável com base integral

INGREDIENTES
Massa
1 xícara de água fervendo
1 colher de sopa de adoçante natural, mel ou açúcar
1 colher de sopa de azeite de oliva
1 envelope pequeno de fermento biológico instantâneo (cerca de 3 colheres de chá)
2 ½ xícaras de farinha de trigo integral
¼ de xícara de queijo parmesão ralado fino
1 colher de chá de sal

Recheio
½ xícara de molho de tomate
2 xícaras de queijo mozzarella ralado
rodelas de salame
½ pimentão vermelho em fatias
Cogumelos frescos fatiados
Orégano fresco picadinho ou desidratado
1 fio de azeite

MODO DE PREPARO
Em uma vasilha grande, misture a farinha, o queijo parmesão, o adoçante e o sal. Ferva a água e ao tirar do fogo, acrescente o azeite e depois o fermento biológico. Mexa bem para que este derreta e espere 5 minutinhos. Despeje a mistura da água com fermento e azeite aos poucos sobre a mistura da farinha e comece a mexer devagar. Após ter despejado todo o liquido, mexa com as mãos ou com uma colher de pau (também pode ser feito no processador ou batedeira).

Retire a massa da vasilha e coloque sobre uma superfície lisa polvilhada com farinha integral, amasse bem e se necessário acrescente mais farinha integral, até que a massa solte facilmente dos dedos e da superfície. Divida a massa em duas bolas.

Abra cada uma das bolas com um rolo de macarrão ou com uma garrafa de vidro até obter uma massa de espessura mais ou menos homogênea de cerca de 25 x 35 cm (meu tabuleiro é retangular).

Unte uma assadeira com 1 fio de óleo (se for anti-aderente nem precisa), coloque uma das massas e asse por cerca de 8-10 minutos em fogo médio (cerca de 160 graus). Fique de olho para não queimar as beiradinhas.

Retire a massa do forno e coloque o recheio. Comece espalhando algumas colheres d emolho de tomate na base da pizza, sem deixar nenhuma parte sem molho. Depois coloque o queijo mozzarela, seguido do salame, dos cogumelos e do pimentão.

Polvilhe cerca de 1 colher de chá de orégano desidratado sobre a pizza, coloque 1 fio de azeite por cima de tudo e leve para assar em forno médio (cerca de 160 graus) por mais ou menos 10-15 minutos. Retire do forno e bom apetite!

OUTRAS SUGESTÕES DE RECHEIO
Ricota com espinafre
Frango desfiado com milho
Tomate seco, rúcola e mozzarela de búfala
Pesto, queijo mozzarela e nozes picadas
Presunto, queijo mozarella, tomate e cebola roxa em rodelas

Minha experiência com massa de pizza integral e caseira

Massa de pizza integral

Esta foi a primeira vez na vida que fiz massa de pizza! Esta versão integral fica absolutamente deliciosa, não achei nada diferente de uma pizza comum, com a diferença de que tem bem mais fibras que a base tradicional de farinha branca. Em termos de sabor, a versão integral não perde em nada.

Achei que um dos segredos para que a pizza caseira fique gostosa é o sabor do molho de tomate. Se puder e tiver tempo, o ideal é fazer próprio molho com tomates maduros, cebola, alho e muitos temperos frescos e desidratados. O molho de tomate precisa ser ligeiramente adocicado para que a acidez do tomate não deixe a pizza sem graça.

Aconselho que se for usar um molho comprado, prove o sabor. Se for muito azedo, coloque um fio de mel ou adoçante para quebrar a acidez. Também achei que o melhor é que o molho de tomate tenha pedaços e seja de consistência mais grossinha, assim a pizza fica bem suculenta (eu não gosto de pizza seca).

O preparo da massa é meio enrolado e não é tão rápido assim, além de sujar bastante a cozinha, pois haja farinha pra abrir a massa. Eu comecei a massa do processador de alimentos mas detestei. Achei que tudo ficou muito grudento. O ideal é sovar a massa com as mãos.

Acho que esta receita deliciosa e saudável de pizza vale a pena para um almoço de fim de semana, quando não se tem pressa de ficar pronto, pois demora um pouco. A base da pizza pode ser congelada depois de assada.

Se tentar fazer na sua casa, me conte como foi sua experiência.
Grande abraço!
Carla

Sobre Carla Pontes

Espírito explorador, alegre, criativo, amante da natureza e dos animais; dentista, pesquisadora, trail runner. Busca uma vida saudável em todos os sentidos: no corpo, na alma, na mente, no coração. Namastê!

Salmão com sementes de gergelim


salmao assado com gergelim

Filé de salmão assado com sementes de gergelim

Ingredientes
Cerca de 600 g de filé de salmão, com ou sem pele

Para marinar o salmão:
1/3 de xícara de azeite
2 colheres de sopa de molho shoyu
2 colheres de sopa de vinagre ou suco de limão
2 colheres de sopa de óleo de semente de gergelim
3 dentes de alho amassados
1 colher de sopa de gengibre desidratado (ou fresco ralado)
1 colher de sopa bem cheia de sementes de gergelim
salsinha picada à gosto

Molho para servir:
2 colheres de sopa de mel
1 colher de chá de molho shoyu
1 colher de chá de óleo de semente de gergelim
½ colher de chá de gengibre desidratado
1 colher de sobremesa de sementes de gergelim

Modo de preparo
Misture todos os ingredientes do molho para marinar e coloque-os sobre os filés, deixando-os no mínimo 30 minutos antes de assar. Em um pirex ou assadeira, coloque os filés e cubra com o molho para marinar. Aqueça o forno (cerca de 160 graus) e coloque os filés para assar por cerca de 20-25 minutos. Ao tirar o peixe do forno, regue com o molho antes de servir.

Este receita é muito fácil, excelente para um almoço saudável de domingo. Eu servi com arroz integral, purê de brócolis e um vinagrete básico. Também vai muito bem com um purê de batata doce.
O sabor destes filés de salmão fica maravilhoso com o shoyu e as sementes de gergelim, o fato de deixá-los marinando faz com que o sabor penetre bem. Jà fiz esta receita saudável algumas vezes e sempre fica deliciosa, sem dar quase nenhum trabalho.

Benefícios do salmão como parte de uma alimentação saudável

O salmão é um peixe bastante saudável, possui bastante ômega 3, que faz bem ao coração, e muita vitamina A, dentre outros nutrientes.

Com tanto foco sobre os benefícios incríveis do ômega-3 contido no salmão, outros benefícios deste peixe de carne rosada podem ficar um pouco de lado. O teor de aminoácidos de proteínas da carne do salmão é excelente para nossa alimentação.

File de salmao - peixe muito saudavel

Vários estudos recentes descobriram que o salmão contém pequenas moléculas de proteínas bioativas (chamados peptídeos bioativos) que parecer ser excelentes na manutenção das cartilagens das articulações, no funcionamento ideal da insulina e no controle de processos inflamatórios no sistema digestivo. O peptídeo bioativo mais estudado até agora foi a calcitonina.

No nosso corpo, a calcitonina é produzida pela glândula tireóide, sendo um hormônio fundamental para ajudar na regulação e estabilização do colágeno e dos minerais contidos nos ossos e nos tecido circundantes. Ao que tudo indica, o salmão parece promissor no que diz respeito ao tratamento de processos inflamatórios das articulações, apesar de mais estudo serem necessários.

A carne do salmão possui alta concentração das vitaminas D, B12, B3 e B6, de selênio e de fósforo.

Em termos do ômega-3, somente nozes e sementes de linhaça possuem uma concentração maior do que aquela do salmão. Os benefícios do ômega-3 já foram bastante comprovados por pesquisas diversas, incluindo ajuda no controle de processos inflamatórios, melhor função celular em geral, melhor comunicação entre células e melhor função cerebral.

Além disso, este óleo ajuda a função cardiovascular de inúmeras maneiras, melhora a função da retina do olhos, melhora as funções cognitivas, diminui o risco de desenvolvimento de câncer e melhora o funcionamento geral e a lubrificação das articulações.
Com um paladar delicioso e tantos benefícios para a saúde, a única desvantagem do consumo de salmão como parte de uma alimentação saudável é o preço.

Sobre Carla Pontes

Espírito explorador, alegre, criativo, amante da natureza e dos animais; dentista, pesquisadora, trail runner. Busca uma vida saudável em todos os sentidos: no corpo, na alma, na mente, no coração. Namastê!

Panqueca integral de aveia

Panqueca integral de aveia

Panqueca de aveia, integral e saudável

 

Ingredientes
2 ovos
1 xícara de aveia em flocos
2 colheres de sobremesa rasas de azeite
½ colher de chá de fermento em pó para bolo
1 colher de chá de mel
2 colheres de chá bem cheias de farinha de trigo integral
1/3 de xícara de leite desnatado

Modo de preparo
Misture tudo em uma vasilha deixando o leite por último. Acrescente aos poucos, até que a massa fique parecida com uma massa de pamonha (para quem conhece pamonha…). Retire a massa com uma colher grande e coloque em uma panela untada com óleo de côco e aquecida, em fogo médio. Vire quando um lado da panqueca integral estiver dourada.
Essa receita saudável de panqueca demora só 10 minutos para ser feita, fica deliciosa e pode ser consumidas  por crianças que não tenham alergia a glúten; minha família amou. Servi com rodelas de banana e um fio de mel, também deve ficar ótimo com mel e um pouquinho de iorgute natural e mel. Para quem quer ser mais abusado, uma camadinha de nutella por cima deve ficar muito gostoso, apesar de não ser nada saudável pela grande quantidade de açúcar.

Espero que gostem desta receita de panquecas integrais, saudáveis, do bem! Incorpose-as no seu dia a dia como parte de uma alimentação saudável.

Sobre Carla Pontes

Espírito explorador, alegre, criativo, amante da natureza e dos animais; dentista, pesquisadora, trail runner. Busca uma vida saudável em todos os sentidos: no corpo, na alma, na mente, no coração. Namastê!

Pão integral de minuto

Pao de minuto integral

 

Ingredientes
1 ovo
½ xícara de leite desnatado
1 xícara de farinha de trigo integral
1 xícara de farinha de trigo comum
1 colher de sopa de fermento em pó (tipo pó royal)
2 colheres de sopa de manteiga
½ xícara de sementes de gergelim e de sementes de girassol
2 colheres de sobremesa de orégano desidratado
sal à gosto

Modo de preparo
Misture os ingredientes em pó, deixe um espaço no meio, coloque o ovo e manteiga derretida e misture aos poucos. Acrescente o leite aos poucos, pode ser preciso um pouco mais ou um pouco menos, dependendo do tamanho do ovo. Por fim, adicione as sementes, amassando com as mãos.

A massa deve soltar das mãos e deve permitir que se faça pequenas bolinhas. Enrole os pãezinhos, pressione suas superfícies contra um prato com sementes e coloque-as em uma assadeira untada.

Coloque para assar em forno médio, cerca de 160-170 graus, por cerca de 25 minutos. Fique de olho para que os pãezinhos não ressequem demais.

Achei que ficaram muito saborosos, mas precisam ser comidos na hora, pois no outro dia eles estavam bem durinhos. Uma receita super rápida e saudável para quando bate aquela vontade de comer um pãozinho fresco que não seja vazio em calorias.

Esta receita possui fibras por causa da farinha integral e com a adição de sementes aumenta a quantidade de nutrientes.
Da próxima vez irei tentar usar fermento biológico, imagino que fique mais fofinho e que dure mais.
Bom apetite!

Sobre Carla Pontes

Espírito explorador, alegre, criativo, amante da natureza e dos animais; dentista, pesquisadora, trail runner. Busca uma vida saudável em todos os sentidos: no corpo, na alma, na mente, no coração. Namastê!

Sanduíche natural de peito de frango

Sanduíche natural de peito de frango

Sanduiche natural saudavel

Ingredientes para 1 sanduíche:
– 2 fatias de pão integral
– um punhado de folhas de espinafre ou rúcola
– 1 peito de frango pequeno cozido e desfiado
– ½ cenoura crua ralada
– 1 colher de sopa de iogurte natural
– ½ colher de sobremesa de maionese (opcional)
– uma pitada de curry (à gosto)
– um pouco de salsinha picada (à gosto)

Tempo de preparo: 10 minutos se o peito de frango já estiver cozido.

Modo de preparo
Misture o frango desfiado, a cenoura, a salsinha, o iogurte, a maionese e o curry, misture tudo muito bem e prove o sabor. Ajuste o tempero com sal e curry para agradar ao seu paladar.

Monte o sanduíche colocando uma fatia de pão, depois o recheio, as folhas verdes e depois a segunda fatia.
Este sanduíche tão fácil e rápido de ser feito é uma ótima opção como parte de uma alimentação saudável, principalmente quando se tem sobras de peito de frango na geladeira.

Na verdade, foram as sobras que me fizeram pensar em como poderia aproveitá-las. Este sanduíche pode ser consumido como um lanche ou como uma refeição, pois o deixará satisfeito por um bom tempo. Quanto mais fibras no pão integral melhor.

Em um outro post eu escrevi sobre os benefícios do espinafre para quem quiser saber mais sobre estas folhas verdes tão saudáveis e cheias de nutrientes bons dos mais variados. As folhas mais novas do espinafre são mais macias, eu as acho perfeitas para serem colocadas em um sanduíche. Claro que elas podem ser substituídas por alface, mas em termos de nutrientes, o espinafre é uma escolha ainda mais saudável.

Para uma opção vegetariana, a ricota também fica muito boa e tem baixas calorias. Como ela não tem muito sabor pura, pegará o sabor dos temperos que colocar. Um pouco de azeite, orégano, cebolinha picada, sal e pimenta irão deixar a ricota bem saborosa para se misturar com a cenoura na preparação de um sanduíche natural.

Se tiver qualquer dúvida, comentário ou sugestão, entre em contato comigo no receitassaudaveisonline@gmail.com.

Sobre Carla Pontes

Espírito explorador, alegre, criativo, amante da natureza e dos animais; dentista, pesquisadora, trail runner. Busca uma vida saudável em todos os sentidos: no corpo, na alma, na mente, no coração. Namastê!

Receita de sopa de espinafre com amêndoas

Sopa de espinafre com amêndoas

Sopa saudavel de espinafre com amendoas

400g de espinafre
1 cebola grande
3 dentes de alho
2 colheres de sopa de azeite
pimenta calabresa à gosto
Amêndoas fatiadas (opcional)
Sal à gosto
Em uma panela funda, coloque água quente, cebola picada em pedaços grandes, o alho cortado e o sal e deixe cozinhar por cerca de 15 minutos em fogo médio. Adicione as folhas de espinafre lavadas e cortadas em pedaços grandes. Deixe cozinhar por mais 10 minutos.

Quando as folhas estiverem macias, bata a sopa no liquidificador e acrescente a pimenta e o azeite. Se necessário, volte a sopa já batida para o fogo até a hora de servir. Coloque as amêndoas fatiadas já no prato quando for servir.

A opção das amêndoas ajuda a matar a fome, pois aumenta o teor de proteína da sopa, fica uma delícia e achei que combina bem com o espinafre.

Benefícios do espinafre

Não é à toa que Popeye, o personagem do desenho animado, ficava forte comendo espinafre. Estas folhas verdes são cheias de nutrientes e baixas em calorias, a combinação perfeita.

As folhas verde escuras como o espinafre são excelentes para a pele, para o cabelo, para os ossos, fornecendo proteína, ferro, vitaminas, antioxidantes e minerais.

Espinafre para uma alimentação saudável

Composição do espinafre

Um copo de folhas de espinafre possui 27 calorias e:
– 0.86g de proteína
– 30 mg de cálcio
– 0.81 g de ferro
– 24 mg de magnésio
– 167 mg de potássio
– 58 microgramas de folato
– 2813 IU de vitamina A

Suco de espinafre, usado para detox

Juntamente com lentilhas, atum e ovos, o espinafre é uma excelente fonte de ferro. A ausência de ferro atrapalha o uso da energia pelas nossas células. As folhas de espinafre também são uma ótima fonte de magnésio, um mineral essencial para energia do corpo, para os músculos e nervos, para a função cardíaca, para manter a pressão arterial e o sistema imune.

Possíveis benefícios para a saúde

Diabetes – o espinafre contém um antioxidante chamado de ácido alfa lipoico, o qual tem o potencial de ajudar a diminuir a glicose no sangue, de melhorar a sensibilidade à insulina e a de prevenir as complicações oriundas do diabetes.
Câncer – a clorofila presente no espinafre tem mostrado efeitos positivos na prevenção do câncer.
Asma – o risco de desenvolver asma parece ser menor em pessoas que possuem um alto consumo de beta-caroteno, sendo que o espinafre é uma excelente fonte desta nutriente.
Pressão – devido à alta concentração de potássio, o qual ajuda a neutralizar os efeitos do sódio no organismo, o espinafre é uma excelente escolha para quem tem pressão alta.
Ossos – o espinafre é uma excelente fonte de vitamina K, a qual exerce importante papel nos nossos ossos.
Digestão – devido ao alto conteúde de fibras, o espinafre é recomendado para quem sofre de intestino preso.
Pele e cabelo – a vitamina A presente no espinafre é necessária para a produção de sebo, que por sua vez é essencial para se a pele e os cabelos saudáveis. A queda de cabelo muitas vezes é induzida por deficiência em ferro, o que pode ser ajudado com a ingestão de espinafre.

Incorporação na dieta

Receitas saudáveis com espinafre

O espinafre pode ser consumido cru ou cozido, sendo um componente indispensável para uma alimentação saudável.
Ele pode ser acrescentado em sucos naturais, pode ser colocado em omeletes, pode substituir a alface em sanduíches. O espinafre também vai bem em massas e com molho branco ou simplesmente refogado com sal e azeite.

Devido à alta quantidade de nutrientes, o espinafre costuma ser muito utilizado em sucos e em vitaminas para quem quer fazer um detox.

Fonte principal: Medicalnewstoday.com

Sobre Carla Pontes

Espírito explorador, alegre, criativo, amante da natureza e dos animais; dentista, pesquisadora, trail runner. Busca uma vida saudável em todos os sentidos: no corpo, na alma, na mente, no coração. Namastê!

Panqueca com sementes de chia e gergelim

Massa para panqueca com sementes de chia e de gergelim

1 copo de leite
1 copo de farinha
¾ de xícara de iogurte natural
2 colheres de sopa de água ou leite
1 colher de sopa de azeite
1 pitada de sal (dispensável se for usada como sobremesa saudável)
3 colheres de sementes de chia
3 colheres de sementes de gergelim
Óleo de coco para fazer as panquecas

Tempo de preparo: 20 minutos
Rendimento: cerca de 6 panquecas médias não muito grossas

Panqueca com chia

Misture bem todos os ingredientes em uma vasilha. Aqueça um frigideira e pincele óleo de côco para evitar que a panqueca pregue. Encha uma concha com a massa e despeje na panela já quente (mas não quente demais) fazendo um círculo com a massa. Espere a massa dourar por cerca de alguns minutos e vire, deixe dourar do outro lado, retire a panqueca e repita o procedimento até que a massa acabe.

Panqueca com sementes de chia

Estas panquecas podem ser servidas com recheio de sal ou de doce. Uma sugestão para recheio de sal com poucas calorias é ricota com frango desfiado e tomate picado. Para sobremesa, usei morangos fatiados, um fio de mel e um pouquinho de leite de coco por cima. Se for fazer este recheio, o ideal é comer com garfo e faca, pois o recheio fica bem molhadinho e tende e pingar ao enrolar a panqueca.

Benefícios das sementes de chia para a saúde

O nome das sementes de chia é Salvia hispanica, sendo uma planta nativa do México e da Guatemala. Estas sementinhas escuras estão dentre os alimentos mais saudáveis do planeta!

As sementes de chia eram um alimento importante para os astecas e maias. Na verdade, “chia” é a palavra maia para “força”. Apesar de sua história antiga como parte importante destas civilizações antigas, só recentemente estas sementes foram reconhecidas como um super alimento. Nos últimos anos, eles explodiram em popularidade e agora são consumidas por pessoas que buscam uma alimentação saudável no mundo todo.

Elas são abarrotadas de nutrientes benéficos para nosso corpo e para nosso cérebro. Veja abaixo o porquê destas sementes serem tão conhecidas dentre quem busca uma alimentação saudável.

Sementes de chia

1. Muitos nutrientes, poucas calorias
Não se deixe enganar pelo tamanho … essas pequenas sementes são riquíssimas em nutrientes, como ver abaixo.

Uma porção (cerca de 30 gramas ou 2 colheres de sopa) de chia contém 137 calorias e os seguintes nutrientes:
• Fibra: 11 gramas.
• Proteína: 4 gramas, carboidrato: 1 grama
• Gordura: 9 gramas (dos quais 5 são de ômega-3).
• Cálcio: 18% da quantidade recomendada por dia.
• Manganês: 30% da quantidade recomendada por dia.
• Magnésio: 30% da quantidade recomendada por dia.
• Fósforo: 27% da quantidade recomendada por dia.

Elas também contêm uma boa quantidade de zinco, vitamina B3 (niacina), potássio, vitamina B1 (tiamina) e vitamina B2.
A chia é um grão integral, geralmente cultivado de forma orgânica e não geneticamente modificados, sem glúten.
Assim, apesar de seu pequeno tamanho, sementes de chia estão entre os alimentos mais nutritivos do planeta. Eles são carregados com fibra, proteína, ômega-3 ácidos graxos e vários micronutrientes.

2. Antioxidantes
Outra área em que as sementes de chia brilhar é na sua quantidade elevada de antioxidantes Estas sementinhas são cheias de antioxidantes, os quais combatem a produção de radicais livres, ajudando no processo de envelhecimento e em doenças como o câncer.

3. Poucos carboidratos e muitas fibras
As fibras são essenciais para evitar o aumento de açúcar no sangue, o que diminui a produção de insulina. Por causa das fibra, as sementes de chia podem absorver até 10-12 vezes o seu peso em água, tornando-se semelhante a um gel e expandindo no estômago.

Isso aumenta a sensação de saciedade e retarda sua absorção. As fibras também alimentam as bactérias saudáveis do intestino, o que é crucial para a saúde. As sementes de chia possuem 40% de fibra em termos de peso, o que as torna excelentes fontes de fibras no mundo.

4. Proteínas de qualidade
A chia contém uma boa quantidade de proteína (cerca de 14%, o que é muito elevado em comparação com outras plantas. Elas também contêm uma ótima proporção de aminoácidos essenciais, o que facilita a absorção da proteína pelo nosso corpo, sendo excelentes para quem segue uma dieta com pouco consumo de produtos animais.

Chia e muito saudavel

5. Perda de peso
Muitos especialistas em saúde acreditam que as sementes de chia pode ajudar na perda de peso. As fibras absorvem grandes quantidades de água e expandem-se no estômago, o que deve aumenta a saciedade e retarda a absorção de alimentos. Quando combinadas a uma dieta saudável e a um estilo de vida saudável, as sementes de chia podem ajudar na perda de peso.

6. Omega-3 e ácidos graxos
Como as sementes de linhaça, as sementes de chia são muito ricas em ácidos graxos e ômega-3. Na verdade, as sementes de chia contêm mais ômega-3 do que o salmão. Mas vale lembrar o ômega-3 de fontes animais tende a ser melhor absorvido do que aquele provindo de plantas.

7. Esqueleto
A chia é rica em vários nutrientes que são importantes para a saúde dos ossos, incluindo cálcio , fósforo, magnésio e proteína. A concentração de cálcio das sementes de chia é maior do que a maioria dos produtos lácteos.

8. Controle do açúcar
As sementes de chia fazem bem para diabéticos, conforme estudos científicos. Por possuírem muitas fibras, parece plausível que elas possam ajudar a reduzir picos de açúcar no sangue após as refeições, mas isso precisa ser confirmado em mais estudos.

 

Como acrescentar sementes de chia à sua alimentação?

Diz a lenda que os astecas e os maias utilizavam sementes de chia para reabastecer o desempenho do corpo no dia a dia. Estudos indicam que estas sementes podem ser um excelente complemento na alimentação de atletas e esportistas para aumento da energia.

Uma das grandes vantagens é que as sementes de chia são incrivelmente fáceis de serem incorporadas na sua dieta e possuem gosto agradável. Elas podem ser adicionadas a uma infinidade de comidas.

Elas podem ser comidas cruas, adicionadas a suco, vitaminas, mingaus e pudins, ou ainda adicionado a pães e roscas. Você também pode adicioná-las a cereais, iogurte, legumes ou pratos de arroz. A adição de sementes de chia em qualquer receita irá aumentar bastante o valor nutricional.

A recomendação comum diária é de 20 gramas (cerca de 1,5 colheres de sopa) de sementes de chia, duas vezes por dia.

Sobre Carla Pontes

Espírito explorador, alegre, criativo, amante da natureza e dos animais; dentista, pesquisadora, trail runner. Busca uma vida saudável em todos os sentidos: no corpo, na alma, na mente, no coração. Namastê!

Docinho saudável de tâmara com coco

Docinho de tâmara com coco

Tempo de preparo: cerca de 20 minutos

300g de tâmaras
100g de nozes ou amêndoas ou outra castanha
1 xícara de coco ralado sem açúcar
3 colheres de sopa de chocolate em pó (de preferência um com baixo teor de açúcar)
4 colheres de sopa de semente de gergelim
Cerca de 2 colheres de sopa de leite de coco (pode ser leite comum ou água)

Modo de preparo

Coloque as tâmaras em uma vasilha e despeje água fervendo sobre elas para que possam amolecer, aguarde cerca de 20-30 minutos. Remova a água e coloque as tâmaras no processador de alimentos. Misture o restante dos ingredientes, deixando o leite de coco ou leite de vaca por último para controlar a textura.

A massa deve ficar grudenta o suficiente para enrolar bolinhas, por isso, coloque o leite aos poucos até atingir a consistência que permita enrolar. Depois de enrolar as bolinhas, passe-as no coco ou semente de gergelim. Estas bolinhas podem ser congeladas.

Este docinho fica uma delícia, cheio de fibras, saboroso e bem doce de forma natural devido ao açúcar contido nas tâmaras. Facílimo de ser feito, nem precisa ser cozido, uma excelente opção de sobremesa saudável ou mesmo para festinhas de aniversário de criança.

 

O que são as tâmaras?

Estas frutas tem origem no oriente médio e tem ganhado atenção no mundo todo na busca por alimentos naturais para uma alimentação saudável. Elas são produzidas por um tipo de palmeira, são ricas em antioxidantes, diversas vitaminas, minerais (cálcio, ferro, potássio, magnésio, zinco dentre outros).

Tamaras desidratadas

As tâmaras normalmente usadas em receitas são desidratadas, macias e com aparência marrom.
Há nutricionistas que defendem a ideia de que o consumo diário de pelo menos 1 tâmara é excelente para se manter uma dieta equilibrada. Naturalmente doce, esta frutinha ajuda a manter os níveis de energia, além de regular o processo digestivo.

Informações nutricionais – tâmaras

Informacoes nutricionais das tamaras
Fonte: Wikipedia

Benefícios das tâmaras para a saúde

  • Ossos – devido à grande quantidade de minerais presentes nas tâmaras, elas são excelentes para a saúde do nosso esqueleto e podem ser benéficas para quem tem osteoporose
  • Intestinos – as tâmaras possuem efeito laxante, sendo excelentes para quem possui intestino preso quando consumidas após terem ficado de molho na água por 12 horas. A grande quantidade de fibras destas frutas ajuda nos movimentos intestinais e seu consumo melhora a flora intestinal, podendo também ser usada no tratamento diarreia.
  • Anemia – os altos níveis de ferro fazem destas frutas excelentes suplementos para quem sofre de anemia.
  • Alergia – o enxofre é um mineral não muito comumente encontrado em alimentos. Tâmaras são ricas em enxofre, o que faz com tenha o efeito de aliviar alergias, principalmente as rinites.
  • Energia – por ser rica em açúcar e fibras, são uma excelente alternativa para beliscar e manter os níveis de energia ao longo do dia.
  • Sistema nervoso – as vitaminas desta frutinha também beneficiam o sistema nervoso, ajudando a melhorar a atividade cerebral.
  • Coração – quando colocadas de molho na água e deixadas por 12 horas, as tâmaras possuem um efeito muito bom na proteção do coração, ajudando na redução do colesterol ruim.
  • Olhos – a ingestão de tâmaras ajuda a combater a condição conhecida como cegueira noturna.Tâmaras devem ser consumidas com cautela por pessoas que sofrem de hipertensão.

Fonte principal: www.organicfacts.net

Sobre Carla Pontes

Espírito explorador, alegre, criativo, amante da natureza e dos animais; dentista, pesquisadora, trail runner. Busca uma vida saudável em todos os sentidos: no corpo, na alma, na mente, no coração. Namastê!

Wrap integral de frango, tomate seco e rúcola

Wrap integral de frango, tomate seco e rúcola

Para o refogado de frango:

3 peitos de frango

1 xícara e meia de tomates secos picados

2 dentes de alho amassados

1 colher de sopa de azeite

Suco de meio limão

Cebolinha à gosto

Sal

Tempere o frango com sal e limão refogue-o. Desfie o frango e reserve. Frite o alho no azeite, acrescente os tomates secos,  o frango desfiado e a cebolinha. Experimente e complemente o tempero se necessário.

Para a guacamole:

1 abacate maduro amassado

Meia cebola roxa picada miudinha

Suco de meio limão

Sal à gosto

Amasse o abacate com um garfo e misture com os outros ingedientes.

4 wraps integrais (ou tortillas)

1 prato de rúcola picada

Montagem:

Aqueça os wraps no forno ou no microondas (o tempo varia, leia as instruções do fabricante). Passe cerca de 1 colher de sopa bem cheia de guacamole em cada wrap,  depois coloque cerca de 2 colheres de sopa bem cheias do frango desfiado e termine com um punhado de rúcola. Feche o wrap enrolando suas beiradas e dobrando o fundinho para o recheio não cair. Depois é só morder esta delícia!