Salmão com sementes de gergelim


salmao assado com gergelim

Filé de salmão assado com sementes de gergelim

Ingredientes
Cerca de 600 g de filé de salmão, com ou sem pele

Para marinar o salmão:
1/3 de xícara de azeite
2 colheres de sopa de molho shoyu
2 colheres de sopa de vinagre ou suco de limão
2 colheres de sopa de óleo de semente de gergelim
3 dentes de alho amassados
1 colher de sopa de gengibre desidratado (ou fresco ralado)
1 colher de sopa bem cheia de sementes de gergelim
salsinha picada à gosto

Molho para servir:
2 colheres de sopa de mel
1 colher de chá de molho shoyu
1 colher de chá de óleo de semente de gergelim
½ colher de chá de gengibre desidratado
1 colher de sobremesa de sementes de gergelim

Modo de preparo
Misture todos os ingredientes do molho para marinar e coloque-os sobre os filés, deixando-os no mínimo 30 minutos antes de assar. Em um pirex ou assadeira, coloque os filés e cubra com o molho para marinar. Aqueça o forno (cerca de 160 graus) e coloque os filés para assar por cerca de 20-25 minutos. Ao tirar o peixe do forno, regue com o molho antes de servir.

Este receita é muito fácil, excelente para um almoço saudável de domingo. Eu servi com arroz integral, purê de brócolis e um vinagrete básico. Também vai muito bem com um purê de batata doce.
O sabor destes filés de salmão fica maravilhoso com o shoyu e as sementes de gergelim, o fato de deixá-los marinando faz com que o sabor penetre bem. Jà fiz esta receita saudável algumas vezes e sempre fica deliciosa, sem dar quase nenhum trabalho.

Benefícios do salmão como parte de uma alimentação saudável

O salmão é um peixe bastante saudável, possui bastante ômega 3, que faz bem ao coração, e muita vitamina A, dentre outros nutrientes.

Com tanto foco sobre os benefícios incríveis do ômega-3 contido no salmão, outros benefícios deste peixe de carne rosada podem ficar um pouco de lado. O teor de aminoácidos de proteínas da carne do salmão é excelente para nossa alimentação.

File de salmao - peixe muito saudavel

Vários estudos recentes descobriram que o salmão contém pequenas moléculas de proteínas bioativas (chamados peptídeos bioativos) que parecer ser excelentes na manutenção das cartilagens das articulações, no funcionamento ideal da insulina e no controle de processos inflamatórios no sistema digestivo. O peptídeo bioativo mais estudado até agora foi a calcitonina.

No nosso corpo, a calcitonina é produzida pela glândula tireóide, sendo um hormônio fundamental para ajudar na regulação e estabilização do colágeno e dos minerais contidos nos ossos e nos tecido circundantes. Ao que tudo indica, o salmão parece promissor no que diz respeito ao tratamento de processos inflamatórios das articulações, apesar de mais estudo serem necessários.

A carne do salmão possui alta concentração das vitaminas D, B12, B3 e B6, de selênio e de fósforo.

Em termos do ômega-3, somente nozes e sementes de linhaça possuem uma concentração maior do que aquela do salmão. Os benefícios do ômega-3 já foram bastante comprovados por pesquisas diversas, incluindo ajuda no controle de processos inflamatórios, melhor função celular em geral, melhor comunicação entre células e melhor função cerebral.

Além disso, este óleo ajuda a função cardiovascular de inúmeras maneiras, melhora a função da retina do olhos, melhora as funções cognitivas, diminui o risco de desenvolvimento de câncer e melhora o funcionamento geral e a lubrificação das articulações.
Com um paladar delicioso e tantos benefícios para a saúde, a única desvantagem do consumo de salmão como parte de uma alimentação saudável é o preço.

Sobre Carla Pontes

Espírito explorador, alegre, criativo, amante da natureza e dos animais; dentista, pesquisadora, trail runner. Busca uma vida saudável em todos os sentidos: no corpo, na alma, na mente, no coração. Namastê!